Primeiro-ministro israelense promove ‘Clube da Bíblia de Estudo’ em sua casa

27/06/2012 11:28

Primeiro-ministro israelense promove ‘Clube da Bíblia de Estudo’ em sua casa.

O Primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu abriu a primeira sessão do “Clube da Bíblia de Estudo” em sua residência oficial em Jerusalém, fazendo reviver uma tradição de décadas: o estudo da bíblia na casa do primeiro-ministro. ”Estamos estudando a Bíblia, a Bíblia é o livro do povo judeu, mas também o livro de valores universais”, disse Benjamin. “É a história do povo judeu e que expressa a esperança de que vamos voltar a esta terra”.

Ha dois anos atrás, Avne, o filho mais novo de Benjamin, foi o terceiro colocado na competição anual ‘Bíblia Internacional’ realizado em Jerusalém. Benjamin disse que estuda a Bíblia hebraica com seus filhos todos os sábados.

“Eu acho que em muitos aspectos, é uma parábola para a humanidade, porque se o povo judeu foi capaz de atravessar a odisseia do tempo, o abismo da aniquilação, e conseguir voltar à nossa pátria ancestral, para reconstruir nossas vidas, isso significa que há esperança para toda a humanidade”, disse Benjamin.

O Primeiro ministro, sua esposa, Sarah, e mais de uma dezena de rabinos e estudiosos estudaram o livro de Rute a partir das escrituras judaicas, conhecido pelos cristãos como Antigo Testamento. Benjamin pediu ao professor de Bíblia Judaica, Micah Goodman, para conduzir a sessão.

“Eu falei de histórias bíblicas e ideias bíblicas e como a Bíblia pode nos guiar em desafios bem sofisticados e modernos de soberania judaica em Israel, nós temos que comunicar isso aos israelitas seculares bem como aos israelitas religiosos”, disse Mirah.

Mirah Goodman relata ainda que Benjamin disse ao grupo que quando ele lê a Bíblia, ele está sempre chocado com o quão relevante ela é.

O professor do estudo, Mirah, disse também que como líder do povo judeu em um volátil Oriente Médio, Benjamin precisa de um refúgio de vez em quando. ”Ele fugiu para a Bíblia, para algo que está além do tempo, além da política, além do dia a dia. E mergulhar neste grande texto e lidar com essas grandes ideias, de alguma forma, ele sentiu como se fosse uma lufada de ar fresco para ele”, explicou Mirah.

“E por isso estamos estudando o nosso mapa e nossa bússola e nossa fundação, a Bíblia”, concluiu Netanyahu convidando os repórteres a participar do estudo, segundo publicação da CBN News.