PT - APÓIA GOVERNO DO IRÃ QUE QUER EXECUTAR O PASTOR YOUSEF NADARKHANI.

20/11/2011 10:16

PT apóia governo do Irã que quer executar pastor

Pastor Yousef Nadarkhani
Não é de hoje que o Partido dos Trabalhadores (PT) apóia o governo do Irã. O ex-presidente Lula, mesmo sabendo que o Irã prega a eliminação do estado de Israel, tentou ser mediador de acordo nuclear diante de organismos internacionais para beneficiá-los.

Mesmo a presidente Dilma Rousseff dizendo ser contra a execução do pastor, não houve nenhuma atitude concreta e real até agora de nossa diplomacia por fato tão monstruoso e deplorável como este.

Entenda o caso

Poucos dias depois que o Irã libertou dois norte-americanos acusados de espionagem no país, um tribunal iraniano confirmou a acusação de apostasia contra o pastor Yousef Nadarkhani e sentenciou à morte.

O tribunal da província de Gilan determinou que o pastor Nadarkhani devia negar sua fé em Jesus Cristo, pois ele vem de uma família de ascendência islâmica. O Supremo Tribunal do Irã disse anteriormente que não deveriam determinar se o pastor Yousef tinha sido muçulmano ou não em sua conversão.

No entanto, os juízes exigiram que ele se retratasse de sua fé em Cristo antes mesmo de terem provas contra ele. Os juízes afirmaram que,  embora o julgamento vá contra as atuais leis iranianas e internacionais, eles precisam manter a decisão do Tribunal Supremo em Qom.

Quando pediram a ele para que se “arrependesse” diante dos juízes, Yousef disse: “Arrependimento significar voltar. Eu devo voltar para o quê? Para a blasfêmia que vivia antes de conhecer a Cristo?” Os juízes responderam: “você deve voltar para a religião dos seus antepassados, deve voltar ao Islã”. Yousef ouviu e respondeu: “Eu não posso fazer isso.”

Família

O pastor Yousef conseguiu ver seus filhos pela primeira vez desde março. Ele estava de bom humor e falava de sua enorme vontade de servir a Igreja depois que fosse libertado da prisão.

O pastor Yousef enfrentou duas audiências adicionais na terça (27/09) e quarta (28/09),  com o propósito principal de o fazerem negar sua fé cristã. Os advogados do pastor Yousef tentarão apelar para que revejam a sentença, mas se o tribunal agir segundo sua própria interpretação da Sharia (lei islâmica), Yousef pode ser executado a qualquer momento.

Tecnicamente, não há mais direitos para recursos e sob a interpretação da lei da Sharia, o pastor Yousef tinha direito a três chances de se retratar. Amanhã será sua última chance de se retratar. Depois, ele poderá ser executado a qualquer momento.

A Missão Portas Abertas convoca: oremos pelo pastor Yousef Nadarkhani, para que Deus o proteja e o livre da sentença de morte possa ser liberto da prisão. Envolva mais pessoas para, juntos, intercedermos pelo nosso irmão.

EUA exigem que Irã liberte o pastor

Os Estados Unidos declararam nesta quinta-feira que o Irã mostrará total desprezo pela liberdade religiosa se suas autoridades executarem o pastor Youssef Nadarkhan, impondo que ele negue sua fé em Jesus Cristo e se converta ao Islã.

“Os Estados Unidos condenam a pena de morte imposta ao pastor Youssef Nadarkhani. A execução da pena capital constituirá uma nova prova do desprezo das autoridades iranianas pela liberdade de culto”, afirmou o porta-voz da Casa Branca, Jay Carney, em um comunicado. “O pastor Nadarkhani não fez nada além de manter sua fé devota, que é um direito universal de todas as pessoas”.

“A tentativa das autoridades iranianas de forçá-lo a renunciar a sua fé viola os valores religiosos que elas alegam defender, atravessa todos os limites da decência e viola as próprias obrigações internacionais do Irã”, declarou Carney. “Nós convocamos as autoridades iranianas a libertar o pastor Nadarkhani e a demonstrar compromisso com os Direitos Humanos básicos e universais, incluindo a liberdade de religião”.

NOTA DE ESCLARECIMENTO DO PASTOR SILAS MALAFAIA

Já que muita gente defende o PT e diz que o título da nossa matéria (sobre o apoio do PT ao governo do Irã) é tendencioso, gostaria de esclarecer aos queridos internautas, sem querer ofendê-los de forma alguma, que está havendo uma necessidade maior de conhecimento da língua portuguesa e interpretação de texto.

Em nenhum momento nós declaramos que o PT apoia a execução do pastor e sim, de maneira peremptória, que o PT apoia o governo ridículo, antidemocrático, maquiavélico e perseguidor da igreja evangélica, o famigerado governo do Irã.

Onde é que está a inverdade? Onde é que está a tendência? A verdade dói?

Aprendi um ditado que “quem cutuca a onça com vara curta, acaba se machucando”. Agora vou mostrar aos intransigentes defensores do PT o que – e quem – o Partido dos Trabalhadores apoia:

* O PT apoia o governo de Hugo Chavez, que promove perseguição política e leva a Venezuela a bancarrota;

* O PT apoia o governo de Cuba, que é um dos mais retrógrados do mundo e que também põe pastor na cadeia e elimina seus opositores;

* O PT sempre apoiou a causa Palestina e nunca deu uma nota, se quer, de apoio aos ataques que Israel já sofreu;

* O PT apoiou a libertação do terrorista, assassino, Cesare Battisti, cujo advogado é um dos mais proeminentes membros do PT;

* São os mais altos dirigentes do PT que estão denunciados pelo Supremo Tribunal Federal como formadores da quadrilha que lesou os cofres públicos numa das maiores roubalheiras da história do Brasil, chamada de “mensalão”.

* O PT sempre apoiou o PL 122, que quer botar na cadeia todo pastor que pregar contra a prática homossexual;

* O PT sempre defendeu o aborto e sobre estes dois assuntos (aborto e PL 122) eu tive um enfrentamento com eles, em audiências públicas da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados.

Contra fatos não há argumentos. Se alguém quiser confirmar o que estou falando, busque as informações na imprensa e no Congresso Nacional.

O portal Verdade Gospel em momento nenhum foi tendencioso, mas a verdade machuca muita gente. Para mostrar a minha transparência, quero afirmar que não sou filiado à partido político nenhum, não apóio partidos políticos e quando voto, o faço em pessoas, não em legendas. Eu mesmo já votei duas vezes no Lula, fui membro do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social da Presidência da República, como representante dos evangélicos, no governo dele. Este conselho é formado pelas mais diferentes figuras representativas da sociedade e sem direito à remuneração.

Amanhã eu posso votar em um candidato que seja do PT, eu não tenho nenhum problema em afirmar isso, porque acredito que existam pessoas com princípios e posicionamentos afinados com os meus e que são contra princípios do seu partido. Eu nunca demonizei partido político nenhum, como muitos líderes evangélicos já fizeram.

Para encerrar, a diplomacia brasileira não fez nenhum movimento em favor da libertação do pastor. Esta é a única verdade que o Verdade Gospel afirma: “PT apoia governo do Irã que quer executar pastor”.


NOTA DA REDAÇÃO VERDADE GOSPEL:


GOSTARÍAMOS DE ESCLARECER QUE NOSSO PORTAL SE PAUTA, GENUINAMENTE, PELA DEMOCRACIA, E DE TAL MANEIRA, QUE POSTAMOS ATÉ COMENTÁRIOS NEGATIVOS ATACANDO O PASTOR SILAS MALAFAIA, SENDO ELE O MENTOR DESTE PROJETO.